Como não cair no Golpe das Pirâmides Financeiras?

por Marina Siqueira
14 de Agosto de 2019, 09:14 h | por Marina Siqueira
Investimento
Assista ao vídeo e compartilhe-o com aquele amigo(a) Faraó!

Pirâmides existem há séculos, mas até hoje vêm enganando pessoas e  atraindo outras. O modelo das pirâmides financeiras se baseiam no recrutamento progressivo de outras pessoas para o esquema, a níveis insustentáveis. 

Há inúmeros casos no Brasil e no exterior, desde as mais simples como Telexfree, Alcateia, Boi Gordo e Avestruz Master, até as gigantes como a de Bernard Madoff, nos EUA, que deu um prejuízo de mais de US$ 65 bilhões.

Hoje, estamos vendo a tendência das pirâmides no mercado financeiro como, por exemplo, a Unick Forex, JJ Invest, G44 e Fx Trading. Mas porque isso vem acontecendo? Existem dois principais motivos. O primeiro motivo é a facilidade de criar um produto complexo, sobre o qual ninguém entenda no mundo dos investimentos. O segundo é por conta de avanços tecnológicos que possibilitam suas operações e da internet que aumenta sua capilaridade e expansão.

Queremos combater as pirâmides. Por isso, nesse vídeo mostramos como não cair nesse golpe! Apresentamos quais perguntas você deve se fazer e fazer sobre a empresa para identificar esse golpe. Porque você, provavelmente, vai perder dinheiro, e se ganhar, será à custa dos outros.
Então, vamos parar de sustentar essas pirâmides? Vamos acabar com esse mercado que se alimenta da ignorância e ganância das pessoas? 

Assista ao vídeo e compartilhe-o com aquele amigo(a) Faraó!

 

Acompanhe nossos artigos e aprenda ainda mais com a Rio Claro.

Vamos falar sobre dinheiro!

Em sua invenção, o dinheiro era um simples intermediador de trocas de mercadorias, foi uma ideia excelente e que facilitou muito a vida das pessoas. Com o passar dos séculos, transformou-se num valor próprio, gerando o gosto, em muitas pessoas, de acumulá-lo; isso com o intuito inicial de se precaver contra qualquer tipo de escassez ou adversidade futura.

Carta Mensal Rio Claro Investimentos - Junho 2020

O mês de junho foi marcado por um reajuste de expectativas em relação ao mês de maio. Enquanto o mês anterior foi de bastante entusiasmo, dada a reabertura gradual da economia europeia, indicações de que o pico da pandemia do coronavírus já teria passado nos EUA e o otimismo local propiciaram a percepção de uma maior aversão ao risco dos investidores globais no mês de junho. A crescente de casos em vários estados americanos, o anúncio de uma segunda onda de infecções em Pequim bem como o aumento do estresse na política local com a prisão de Fabrício Queiroz e o avanço dos inquéritos no STF contra o Planalto geraram mais estresse no mercado.

Carta Aberta - Transparência, sem comissões escondidas, sem metas de produtos, isso é a Rio Claro

Uma carta de nosso sócio fundador sobre os valores e práticas da Rio Claro Investimentos.

O que significa ser uma gestora de investimentos independente?

Conheça a diferença entre o mercado financeiro tradicional e o modelo inovador da Rio Claro Investimentos.