Onde investir com a queda da Selic?

por Gabrihel Beigelman, CFP®
09 de Agosto de 2019, 12:05 h | por Gabrihel Beigelman, CFP®
Investimento
Onde investir com a taxa de juros básica da economia mais baixa da história? Muitas pessoas vêm questionando como esses cortes influenciam a carteira de investimentos. Quais medidas podem ser tomadas? Confira!

Recentemente, na última reunião do Copom (Comitê de Política Monetária), o Banco Central cortou mais 0,5% da taxa básica de juros da economia (Taxa Selic). Mas por que isso acontece? 

O controle da taxa Selic é uma forma que o Banco Central (BACEN) tem de controlar a atividade econômica e, consequentemente, controlar a inflação no Brasil. Quando o BACEN aumenta a taxa, normalmente ele quer controlar a alta da inflação encarecendo os empréstimos a pessoas físicas e jurídicas. O inverso ocorre quando ele reduz a taxa de juros, estimulando a economia e a circulação de dinheiro. 

Com a economia aquecida, as empresas estão produzindo mais, o índice de desemprego cai e as pessoas tendem a consumir mais. Naturalmente, o valor das empresas cresce junto com a expectativa do mercado, por isso a bolsa de valores tende a subir. Além disso, a nova taxa Selic traz alterações na rentabilidade de alguns ativos como no caso dos investimentos em renda fixa, já que muitos são atrelados à taxa básica de juros.

Mas e agora? Onde investir com a taxa de juros mais baixa da história? No momento em que se tem todo o planejamento financeiro pessoal e familiar construído é a hora de ajustar alguns pontos para se alcançar com tranquilidade os objetivos traçados. 

Caso não se tenha um planejamento financeiro devidamente estruturado, falar de investimento por investimento apenas pode não ser o melhor caminho.

Mesmo assim, se o objetivo financeiro for de curto ou médio prazo, o melhor é manter a estratégia. Agora, se o objetivo for de longo prazo, é uma boa hora de assumir um pouco mais de risco e começar a ter mais ativos de renda variável* na sua carteira de investimentos. 

Porém, para aumentar a exposição em renda variável com segurança é importante construir uma carteira que contemple uma estratégia de investimentos bem diversificada. Além disso, para aumentar sua efetividade é preciso rebalancear constantemente a carteira para aumentar o retorno no longo prazo e diminuir o risco.


Investimentos em Renda Variável: ativos financeiros em que seu preço oscila.

Rebalanceamento da Carteira de Investimentos: A prática de vender e comprar ativos, com o objetivo de equilibrar a carteira de investimentos, mantendo-se assim, consistente com a sua estratégia inicial.

Acompanhe nossos artigos e aprenda ainda mais com a Rio Claro.

Comunicado Rio Claro Investimentos - Trabalho remoto

Carta Mensal Rio Claro Investimentos - Fevereiro 2020

Principais acontecimentos para o cenário econômico do mês de janeiro, análise das carteiras durante esse mês e perspectivas para o comportamento do mês de fevereiro

Carta Mensal Rio Claro Investimentos - Janeiro 2020

Passamos pelas principais notícias econômicas do Brasil e do mundo, focando em como os acontecimentos influenciaram o mercado financeiro em dezembro e as movimentações das nossas carteiras de investimentos. Confira!

O que significa ser uma gestora de investimentos independente?

Conheça a diferença entre o mercado financeiro tradicional e o modelo inovador da Rio Claro Investimentos.